26/04/2017

Moraes cobra informações sobre protocolo para inclusão de Educador Social

Um protocolo em tramitação na Secretaria de Estado da Fazenda prevê a inclusão de 48 educadores sociais que irão atuar em unidades de Atendimento Socioeducativo para menores infratores (CENSE). O documento, no entanto, aguarda um desfecho já com a demanda de ampliação de cargos para atender os municípios de Paranavaí e Maringá.

O presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa, deputado Mauro Moraes, vê com a preocupação a demora na inclusão dos profissionais e também a falta de previsão de educadores para duas unidades importantes do CENSE.

Inicialmente, o objetivo era a nomeação de 99 Agentes de Execução/Educadores Sociais. Contudo, o protocolo gerado pela Secretaria de Estado da Justiça, Trabalho e Diretos Humanos reduziu este número para 48, criando um déficit em algumas unidades.