19/07/2017

Com trabalho das forças de segurança, homicídios caem quase 25% em Curitiba

Conforme levantamento da Secretaria de Estado da Segurança Pública, divulgado esta semana no site oficial de notícia do Governo do Estado, os primeiros seis meses de 2017 terminaram com uma redução expressiva do número de homicídios na cidade de Curitiba. A queda foi de 24,4% se comparado com o primeiro semestre de 2016. Foram 233 mortes no ano passado e 176 este ano – portanto, 57 assassinatos a menos. É o menor número de homicídios já registrados em Curitiba nos últimos 10 anos.

Para o presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa, deputado Mauro Moraes, os números expressam o excelente desempenho das forças de segurança em atuar, embora com efetivo reduzido. “Mesmo com excelentes resultados, não podemos perder de vista a necessidade de investimentos no quadro pessoal das forças de segurança. No caso da polícia civil, por exemplo, haveria retorno ainda mais surpreendente com novos delegados, escrivães e investigadores”, avalia o parlamentar.



O cenário já foi pior. No primeiro semestre de 2010, ainda durante o governo passado, foram contabilizados 404 homicídios – uma média de 67 assassinatos por mês. No ano seguinte, já no primeiro governo Beto Richa, registrou-se uma redução de 11% e desde então o número de assassinatos em Curitiba vem caindo.

Durante a gestão de Richa o número de homicídios despencou 56%: de 404 para 176, comparando os primeiros seis meses de 2010 e 2017.