Informativo Semanal

Cadastre o seu e-mail para receber uma mensagem semanal.

Menu


Redes Sociais


Vagas de Emprego

Beto Moraes

Videos

Acompanhe o canal do youtube


/depmauromoraes

Segurança



Últimos Projetos

{PROJETOS}

Twitter

23/02/2018

Moraes percorre interior do Paraná e defende maior investimento em segurança

Leia mais

Presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa e fundador do Movimento Paraná Sem Violência, o deputado Mauro Moras percorre o interior do Paraná, de quarta (21) até sábado (24), para discutir com autoridades de diversos municípios que integram a agenda desta semana políticas de combate ao crime.

Moraes terá encontros e reuniões com membros das forças de segurança e autoridades municipais de Ibiporã, Sertaneja, Mauá da Serra, Faxinal, Grandes Rios, Rio Branco, Rosário, Telêmaco Borba, Arapongas, Cambé e Apucarana.

“As demandas na área da segurança só fazem sentido quando partem da comunidade e das forças policiais. Por isso é importante percorrer todo o Estado para que a população tenha um canal de comunicação com o Poder Legislativo, em especial com a Comissão de Segurança Pública. Muitos pedidos são feitos por onde passamos. São reivindicações feitas pela comunidade, prefeituras e forças de segurança. Muitos batalhões e delegacias, por exemplo, alertam para a falta de efetivo e de viaturas. São assuntos que serão levados também ao Governador do Estado”, explica o parlamentar.
21/02/2018

Moraes é contra terceirização de agentes de cadeia

Leia mais

O presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa, deputado Mauro Moraes, avalia como preocupante os boatos de que haveria interesse de setores do Poder Executivo em estudar a terceirização de agentes de cadeia. “A contratação de qualquer empresa privada para um atividade-fim é um equívoco perigoso para a segurança pública”, alerta o parlamentar.

Moraes ressalta que a atividade exercida por um agente de cadeira é responsabilidade do Estado e que contratos com terceirizadas para a mesma finalidade não possuem amparo legal.
20/02/2018

Policiais fazem rodízio de coletes balísticos

Leia mais

Conforme já havia denunciado o presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa, a Polícia Militar do Paraná adotou um sistema de rodízio de coletes balísticos como alternativa aos equipamentos vencimentos.

Ainda conforme noticiado em primeira mão pelo site do parlamentar, cerca de 7 mil coletes estão foram do prazo de validade. Os que restaram são utilizados coletivamente conforme a escala de trabalho de cada Batalhão. Ao deixar o equipamento para uso de um colega de farda, o policial segue desprotegido para sua residência.

“O policial sem o colete torna-se vulnerável ao ataque de bandidos. Maioria dos crimes cometidos contra membros das forças de segurança ocorre em horário de folga”, assevera Moraes.

Uma emenda parlamentar apresentada por Moraes ao orçamento deste ano prevê recursos na ordem de R$7 milhões para a aquisição de equipamentos para as policias Civil e Militar, incluindo armamento e coletes. “Espero que o governo dê celeridade ao processo de licitação para evitar que nossos policiais corram risco de morte”, cobra Moraes.
19/02/2018

Moraes e Cabo Carlos conseguem suspender desvinculação dos Bombeiros

Leia mais

Por intermédio do presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa, deputado Mauro Moraes, o do Cabo Carlos, o Governo do Estado e Comando da Polícia Militar decidiram arquivar em caráter definitivo a proposta de desvinculação do Corpo de Bombeiros da PM.

Pesou sobre a decisão do Palácio Iguaçu e Comando da PM enquete lançada pelo parlamentar em que mais de 95% da corporação manifestou opinião contrária ao projeto. “Foi uma vitória de quem arrisca diariamente a vida no exercício da função, ou seja, as Praças”, comemora Moraes.
19/02/2018

Concurso para PM é tema de reunião com Governador

Leia mais

O presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa, deputado Mauro Moraes, voltou a se reunir com o governador Beto Richa, na última sexta-feira, para discutir a abertura de concurso público para a Polícia Militar do Paraná. O chefe do Executivo sinalizou que poderá autorizar o edital até o final de março.

O governador deixou claro ao parlamentar que o lançamento de edital para a PM/BM consta na lista de assuntos que deverão ter um encaminhamento até o final de março, último prazo para a desincompatibilização do cargo, exigência eleitoral para sua candidatura ao Senado. O governador ainda não definiu se é candidato ao Senado. “Essa decisão é fundamental para termos uma dimensão de quando de fato teremos a publicação do edital para o concurso”, comenta Moraes. Entretanto, afirmou que, caso deixe o cargo para concorrer a uma vaga ao Senado, vai assinar o protocolo que já está em andamento para a contratação de 4 mil policiais. A inclusão, no entanto, deverá ocorrer gradativamente para repor aposentadorias e baixas.

Suspensão de benefício

Moraes também conversou com o governador sobre o Decreto Legislativo que suspendeu os efeitos de uma medida tomada pelo Executivo, a qual prejudicou mais de 500 policiais que dependem de assistência financeira para cobrir despesas médicas decorrentes de acidentes de trabalho. Richa considerou justa a reivindicação de Moraes pelo restabelecimento do benefício.
19/02/2018

Moraes cobra substituição urgente de coletes vencidos

Leia mais

Preocupado com a grande quantidade de coletes balísticos vencidos utilizados pelas forças policiais do Paraná, o presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa, deputado Mauro Moraes, voltou a cobrar do Governo do Estado celeridade na licitação para a compra de equipamentos, medida necessária para a substituição do material que já está com garantia de qualidade vencida.

De acordo com levantamento feito pelas próprias forças de segurança, cerca de 7 mil coletes balísticos já estão vencidos. Em breve, um segundo lote também terá sua validade expirada. “Ou seja, teremos mais de 10 mil policiais correndo risco de morte”, alerta o parlamentar.

Para fazer frente ao número de policiais que utilizam este importante equipamento de segurança, o governo teria que abrir licitação para a compra de pelo menos 20 mil coletes. A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SESP) já deu início ao processo de compra, mas ainda não há uma definição em torno da quantidade a ser adquirida.

“O crime organizado está aparamentado com tecnologia. Temos que equipar nossos policiais com ferramentas de qualidade. Os coletes balísticos são apenas um dos itens a serem adquiridos. É preciso correr contra o tempo para garantir a segurança de nossos profissionais”, alerta Moraes. De acordo com o parlamentar, muitos batalhões já trabalham com o esquema de “rodízio” de coletes.
16/02/2018

Sem apoio de Praças, BM retira projeto de desvinculação da PM

Leia mais

A proposta de desvinculação dos Bombeiros da Polícia Militar do Paraná foi retirada da pauta do Comando, após 95% da corporação manifestar desinteresse no processo. Para o presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa, deputado Mauro Moraes, a participação de Praças nas pesquisas e enquetes sobre o tema foi essencial para o arquivamento definitivo do projeto.

“Um tema dessa natureza não poderia ser discutido com açodamento e sem a participação das Praças. Ao ouvir a opinião da maioria sobre este assunto, o Corpo de Bombeiros fez uma escolha coerente”, avalia o parlamentar.

A desvinculação dos Bombeiros não é uma discussão recente. Oficiais e Comando da PM já ensaiam a separação faz um tempo, tanto que, em outra oportunidade, as Praças tiveram a oportunidade de manifestar opinião sobre o tema. Cerca de 70% dos que participaram de uma enquete lançada no site do parlamentar demonstrou não ter interesse na desvinculação.
09/02/2018

Concurso para PM/BM deverá sair até março

Leia mais

O presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa, deputado Mauro Moraes, aguarda audiência com o Governador Beto Richa, para depois do carnaval conversar sobre o lançamento do edital para concurso PM/BM.

Segundo o parlamentar, o objetivo do encontro é estabelecer ações em torno da abertura do processo de abertura do concurso, desde a autorização para lançamento do edital até o cronograma para o início das provas. “Ao que tudo indica, o governo pretende assinar a autorização do protocolo de abertura de concurso público até o final do mês de março, quando deixa o cargo para concorrer a uma vaga ao Senado, nas eleições deste ano.

O Protocolo em andamento no Comando da PM prevê a abertura de pelo menos 4 mil vagas para policiais militares.

Moraes fará ainda um apelo ao Governador para que todo o trâmite referente ao protocolo ganhe celeridade, garantindo a realização de provas ainda no primeiro semestre deste ano. “É preciso levar em consideração que, após a aprovação de um candidato, ainda teremos no mínimo dois anos entre as resoluções burocráticas e administrativas para a contratação até a conclusão do Curso de Formação de Soldados. Ou seja, teremos baixas na PM que não serão supridas dentro de menos dois anos, o que acarretara em uma redução do efetivo e aumento da criminalidade”, explica.
09/02/2018

“Discussão sobre desvinculação dos Bombeiros precisa incluir Praças”, defende Moraes

Leia mais


O presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa, deputado Mauro Moraes, defende a inclusão de Praças na discussão sobre a desvinculação de Bombeiros da PM. “Um tema dessa natureza não pode ser discutido com açodamento. É preciso que ele seja debatido por todos os membros da corporação”, cobra o parlamentar.

A desvinculação dos Bombeiros não é um assunto recente. Oficiais e Comando da PM já ensaiam a separação faz um tempo, tanto que, em outra oportunidade, as Praças tiveram a oportunidade de manifestar opinião sobre o tema. Cerca de 70% dos que participaram de uma enquete lançada no site do parlamentar demonstrou não ter interesse na desvinculação. “Creio que não houve uma mudança muito grande de posição por parte dos Praças. Por isso é importante abrir um canal de comunicação pela segunda vez”, explica.

Link para enquete:

http://www.mauromoraes.com.br/enquete/
07/02/2018

Comissão de Segurança vota decreto legislativo para restabelecer benefícios para PM

Leia mais

Já se encontra na Comissão de Segurança da Assembleia Legislativa, presidida pelo deputado Mauro Moraes, ofício que solicita a votação de um decreto legislativo para que seja restabelecido o pagamento de Benefício Assistencial por Invalidez pago a cerca de 500 policiais militares.

O Decreto será discutido e votado em caráter de emergência, evitando assim maiores prejuízos aos policiais que recebem ajuda para compensar despesas de saúde.

Para Moraes o cancelamento deste benefício foi um absurdo e fara de tudo para reverter essa situação.

Mais notícias ...